Harmonizar vinhos e pratos: Dicas para deixar esta combinação mais saborosa

É possível harmonizar vinhos e pratos por contraste ou semelhança
É possível harmonizar vinhos e pratos por contraste ou semelhança

A arte de harmonizar adequadamente um vinho a um prato é, às vezes, encarada como um bicho de sete cabeças. Mas, basta alguns conceitos básicos, para começar a desmistificar esta teoria.

O primeiro ponto a saber é que os sabores se harmonizam de duas maneiras: por semelhança ou contraste.

Na harmonização por semelhança, a ponto chave é identificar e explorar componentes (de sabor, aroma, textura, temperatura, cor) que são comuns e que, ao serem combinados acabam sendo intensificados. Já na harmonização por contraste, a estratégia é utilizar componentes que se opõem para criar um equilibro.

Ou seja, é possível criar combinações maravilhosas ao utilizar itens semelhantes para amplificar a harmonia de sabores, ou contrastantes para neutralizar a discordância dos sabores.

Algumas dicas para harmonizar vinhos com alimentos

Alimentos ácidos

Alimentos com acidez elevada, carregados com vinagre, por exemplo, fazem os vinhos de baixa acidez ficarem sem graça. Portanto, procure sempre harmonizar alimentos e vinhos com acidez elevada.

Alimentos gordurosos

Os vinhos tintos com muitos taninos têm por regra agir limpando o paladar. Por isso, são ideais para serem apreciados com alimentos ricos em proteínas gordurosas.

Alimentos picantes

A pimenta é um dos ingredientes mais difíceis de harmonizar com vinho. Mas um vinho doce, com baixo teor alcoólico, age de maneira a neutralizar a ardência das comidas apimentadas, podendo assim ser uma opção para estes casos.

Alimentos muito intensos

Alimentos de sabores muito intensos, como o queijo gorgonzola, por exemplo, harmonizam melhor com vinhos de acidez e doçura mais elevadas.

Alimentos amargos

Alimentos amargos, como aspargos, por exemplo, intensificam o amargor dos taninos. Tente harmonizar alimentos amargos com vinhos de baixo ou nenhum tanino, que contenham doçura ou alguma salinidade.

Alimentos doces

Alimentos doces geralmente dão aos vinhos secos um gosto amargo. Tente harmonizar vinhos doces com vinhos doces.

Gostou desse artigo? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
witter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

Fechar Menu
×

Carrinho

Open chat
Powered by